Site brasileiro onde você pode comprar qualidade e entrega http://farmaciabrasilrx.com/ cialis barato em todo o mundo.

Fatecguaratingueta.edu.br

INFLAÇÃO & DISTRIBUIÇÃO DE RENDA: DILEMAS DA POLÍTICA ECONÔMICA
Yasmin dos Anjos Garcia Professor Orientador: Professor Dr. Mestre Jamir Mendes Monteiro Patricia dos Angelos Ferreira Professor Orientador: Professor Dr. Mestre Jamir Mendes Monteiro Giselle de Camargo Strillaz Barbosa Professor Orientador: Professor Dr. Mestre Jamir Mendes Monteiro Kaio Ribeiro Andriani Professor Orientador: Professor Dr. Mestre Jamir Mendes Monteiro Matheus Santos Dias Professor Orientador: Professor Dr. Mestre Jamir Mendes Monteiro Tema: Logística Empresarial
Após décadas de recessão e planos econômicos fracassados, o Plano Real, implantado em 1993 pelo então Ministro da Fazenda Fernando Henrique Cardoso, se consolidou em 1995 como a mais eficiente política de estabilização na economia brasileira. Esse processo ocorreu devido à necessidade de controlar uma inflação que atingia principalmente a classe baixa da pirâmide social e, como consequência, sofrendo com a má distribuição de renda. O trabalho que se segue visa apresentar os efeitos que a política de estabilização da inflação tem sobre o grau de distribuição de renda no Brasil. Considerando que a inflação permanece estável há 10 anos, ou seja, abaixo de dois dígitos percentuais e que o PIB per capita anual encontra-se em crescimento durante o mesmo período, houve uma distribuição mais equitativa entre as classes sociais. Essa pesquisa de caráter exploratório envolve investigação em livros, sites oficiais do governo e artigos científicos, abordando os indicadores de mensuração dos níveis de inflação e sua relação com a distribuição de renda, avaliada pelo Coeficiente de Gini. Notadamente, o crescimento econômico deu-se ao comprometimento do governo brasileiro a manter os parâmetros da economia do país sobre controle. As evidências encontradas indicam que as políticas de estabilização da inflação constituem uma distribuição de renda mais igualitária entre a população, sendo que, o controle inflacionário foi a melhor e maior medida de redistribuição de renda no Brasil nos últimos anos. PALAVRAS CHAVE: inflação, distribuição de renda, políticas de estabilização, classes
sociais.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
COSTA, Fernando Nogueira. Economia Monetária e Financeira. Uma abordagem
pluralista
. 1. ed. São Paulo: Editora Makron Books, 1999. p. 58-59.
PINHO, Diva Benevides; VASCONCELOS, Mario Antonio Sandoval. Manual de
introdução à economia
. 3. ed. São Paulo: Editora Saraiva, 2009. p. 15.
GREMAUD, Amaury Patrick; VASCONCELLOS, Marco Antonio Sandoval; JUNIOR,
Rudinei Toneto. Economia Brasileira Contemporânea. 3. ed. São Paulo: Editora Atlas
S.A., 1999. p. 63-80.
POCHMANN, Marcio. IPEA – Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada. Valor
Econômico (SP): Salário, produtividade e estabilização.
Disponível em:

Acesso em 26 de março de 2012 às 22:50h.
FGV – Fundação Getúlio Vargas. Índices Gerais de Preços.
Disponível em:

Acesso em 27 de março de 2012 s 20:14h
IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. PNAD 2009: rendimento e número
de trabalhadores com carteira assinada sobem e desocupação aumenta
.
Disponível em:
Acesso em 25 de março de 2012 às 22:48h
ABSTRACT
After decades of recession and failed economic plans, The Plano Real, implanted in 1993 by the Treasury minister Fernando Henrique Cardoso, got consolidated in 1995 as the most efficient politic of economy stabilization in Brazilian economy. This process occurred due to the need to control the inflation that reached mainly the lower classes of the social pyramid and, as consequence, suffered because of the bad distribution of wealth. The following research aims to show the effects that the politics for inflation stabilization has on the level of wealth distribution in Brazil. Considering that the inflation remains stable for almost 10 years, in other words, less than 2 percentage numbers and the gross domestic product (GDP) per capita income in the current year is increasing during the same period, there was a more equalized distribution among the social classes. This research is featured as an exploratory one and involves researches in books, official government websites and scientific articles, taking to account all the measuring indicators of the inflation levels and their connection with the wealth distribution, evaluated by the Gini coefficient. Remarkably, the economic growth happened because of the commitment of the Brazilian government to keep the economy parameters under control. The found evidences indicate us that the politics for inflation stabilization are made of a more equal distribution of wealth among the society, considering that the inflationary control was the best and the greatest action of wealth redistribution in Brazil for the past years. KEYWORDS: Inflation, distribution of wealth, politics for inflation stabilization, social
classes.

“O conteúdo expresso no trabalho é de inteira responsabilidade do(s) autor(es).”

Source: http://www.fatecguaratingueta.edu.br/fateclog/artigos/Poster_191.PDF

Samedi 13/10/2007

Samedi 21 /11/2009 Intitulé 8h30 à 9h30 Introduction à la cérébrolésion Delire Ralph Kinésithérapeute Réflexions autour des techniques passives, actives, 9h30 à 10h30 10h45 à 11h 45 Marie –Dominique Gazagnes Reconnaître, prévenir, traiter voire guérir de l’AVC Neurologue- Médecin réadaptateur 11h 45 à 12h45 12h 45 à 13h45 R e

High-resistance interval training improves 40-km time-trial performance

Original Research / Training High-Resistance Interval Training Improves 40-km Time-Trial Performance in Competitive Cyclists Amy M Taylor-Mason Sportscience 9, 27-31, 2005 (sportsci.org/jour/05/amt-m.htm) Kinetic Edge Cycling, Box 25941, Auckland, New Zealand. Reviewer: Carl D Paton, Centre for Sport and Exercise Science, Waikato Institute of Technology, Hamilton, NZ. Interval training at ra

Copyright © 2010-2014 Articles Finder