Site brasileiro onde você pode comprar qualidade e entrega http://farmaciabrasilrx.com/ cialis barato em todo o mundo.

Nome:

ESTRADIOL
reagentes devem ser armazenados entre 2 – 8ºC e usados dentro de 60 dias. (Ver PRECAUÇÕES). MÉTODO:
TRANSPORTE:
O transporte do kit deve ser feito pela rota mais direta evitando-se as chegadas nos finais de semana e feriados no local de destino. O kit não é afetado pelo transporte FINALIDADE:
desde que seja entregue ao destinatário no período máximo de 07 dias e em uma Teste de ELISA para a determinação quantitativa de Estradiol em soro e plasma humano. Somente para uso diagnóstico IN VITRO. TERMOS E CONDIÇOES DE GARANTIA:
FUNDAMENTO:
O fabricante garante a qualidade do produto, se este for armazenado como descrito O teste de Estradiol ELISA baseia-se na interação competitiva entre o estradiol e o hormônio-enzima conjugado por um número limitado de anticorpos anti-estradiol imobilizado (de coelho). A quantidade de hormônio enzima-conjugado ligado é MATERIAIS NECESSÁRIOS E NÃO FORNECIDOS:
inversamente proporcional à concentração de estradiol na amostra. • Leitora de Elisa de placas de microtitulação. Após a etapa de incubação da amostra e hormônio-enzima conjugado na cavidade, conjugado não ligado é removido por meio de lavagem. Quando a solução substrato é adicionada, ocorre o desenvolvimento de coloração azul que muda para amarelo após a adição da solução stop. A intensidade da cor é inversamente proporcional à AMOSTRA BIOLÓGICA:
A absorbância dos calibradores e amostras é determinada pelo uso de uma leitora de ELISA. A concentração das amostras desconhecidas é interpolada em uma curva • Não usar amostras lipêmicas, hemolisadas ou contendo azida sódica. padrão gerada pela utilização dos calibradores com concentrações conhecidas. • Amostras podem ser armazenadas por 3 dias entre 2 a 8 ºC, até 30 dias a –20ºC. Congelar e descongelar somente uma vez. Amostras descongeladas devem ser SIGNIFICADO CLÍNICO:
homogeneizadas. Eliminar material em suspensão por centrifugação ou filtração. O Estradiol (1,3,5(10)-estratrieno-3,17β-diol; 17β-estradiol; E2) é um hormônio esteróide C18 com peso molecular de 272,4, contendo um anel A fenólico. È o PREPARO DOS REAGENTES:
estrógeno natural mais importante detectado na mulher e no homem. Todos os reagentes devem estar à temperatura ambiente (20 a 25ºC) antes do
O Estradiol é produzido pelos folículos do ovário feminino depois da estimulação pelo uso. Reagentes não utilizados devem ser sempre armazenados entre 2 a 8 ºC. Hormônio Folículo Estimulante (FSH) e secretado na circulação. Cerca de 98% do hormônio circulante está ligado, a parte restante, o hormônio livre, é o esteróide a. SOLUÇÃO DE LAVAGEM DE USO (WASH):
ativo. O Estradiol está envolvido na secreção de gonadotrofinas e estimula o Diluir a Solução de Lavagem (WS) concentrada para 1200 mL com água
crescimento dos órgãos sexuais e o desenvolvimento das características sexuais deionizada ou destilada recém obtida, livre de germes em um recipiente adequado No ciclo menstrual normal de mulheres não grávidas, o Estradiol é secretado Estabilidade: até 2 semanas quando armazenada entre 15 e 25ºC.
ciclicamente com uma característica bifásica. A maior concentração será detectada antes da ovulação. Mulheres grávidas apresentam um aumento no nível de Estradiol, b. TIRAS DE MICROTITULAÇÃO (MIC):
muito maior que no ciclo menstrual normal. As tiras estão seladas em uma bolsa de alumínio com dessecante. Antes de serem No homem, o estradiol é produzido pela glândula adrenal e testículos. Suas regras abertas, as tiras devem ficar a temperatura ambiente. As tiras não utilizadas devem são menos definidas, mas parece estar envolvido na regulação de gonadotrofinas. retornar para a bolsa de alumínio com o dessecante. As tiras armazenadas desta A dosagem do Estradiol é indicada para monitoração terapêutica no caso de maneira entre 2 a 8 ºC podem ser usadas até o vencimento da data de validade infertilidade (ex. tratamento hormonal ou fertilização in vitro). É também útil na impressa no rótulo (Ver PRECAUÇÕES). Não tocar na borda superior ou no fundo das avaliação da função ovariana, mas raramente usado para diagnóstico de tumores. DENTIFICAÇÃO E ARMAZENAMENTO:
PROCEDIMENTO DO TESTE:
Conservar entre 2 a 8 ºC.
Seguir os procedimentos exatamente como descritos. Reagentes:
MIC- 12 Tiras de Microtitulação
Importante:
Tiras descartáveis com 8 cavidades cobertas anticorpos anti-estradiol (de coelho). P1. Não misturar ou usar componentes com número de lote diferente. Não trocar a tampa dos frascos. Não usar reagentes após o vencimento da data de validade. CAL- 7 x1 mL Calibradores de A a G
P2. Não usar reagentes que possam estar contaminados ou tenham a aparência ou Calibradores (humano) para Estradiol nas concentrações de 0 pg/mL (A); 25 pg/mL (B); 100 pg/mL (C); 250 pg/mL (D); 500 pg/mL (E), 1000 pg/mL (F) e 2000 pg/mL P3. Marcar Calibradores, amostras e controles cuidadosamente na folha fornecida (G) de Estradiol. Thimerosal 0,02%; Sulfato de Gentamicina 0,05%, Proclin 300 P4. Selecionar o número necessário de tiras ou cavidades (MIC), e colocá-las CON- 25 mL Estradiol-Enzima Conjugado
P5. Realizar duplicatas dos calibradores, amostras e controles. Pipetá-los no
Coloração vermelha. Tampão Tris/MOPS 0,05 mol/L; NaCl 0,1 mol/L; Albumina fundo da cavidade.
bovina 0,5%; Proclin 300 0,3%; Conjugado estradiol-HRP. pH 6,9 ± 0,2. P6. Adicionar sempre os reagentes na mesma ordem, cronometrando para
minimizar a diferença do tempo de reação entre as cavidades. Isto é
WS- 30 mL Solução de Lavagem
importante para a reprodutibilidade dos resultados. A pipetagem das amostras não Concentrada para 1200 mL. Salina tampão TRIS 3 M; Tween 20 0,2%. deve exceder a 10 minutos. Se o tempo for superior a 10 minutos, pipetar os calibradores nas posições indicadas na metade do tempo da pipetagem das amostras. Se mais de 1 placa for utilizada, realizar uma curva para cada placa. SUB- 14 mL Solução Substrato
P7. Evitar/remover bolhas de ar antes das incubações e leitura. 3, 3’, 5, 5’-tetrametilbenzidina (TMB) 0,26 g/l; Tampão acetato de sódio 50mM; P8. A adição da Solução Substrato (SUB) inicia uma reação cinética, que é finalizada Peróxido de Hidrogênio 0,015%; DMSO <5%. pela adição da Solução Stop (STOP). Evitar luz forte durante o desenvolvimento de P9. Após cada etapa de pipetagem homogeneizar as cavidade por 20-30
STOP- 14 mL Solução Stop
segundos, sem deixar derramar seu conteúdo (aspirar e dispensar o conteúdo da cavidade de 3 a 5 vezes utilizando a ponteira do último reagente. Deve-se utilizar 1 ponteira para cada cavidade). Se possível utilizar um mixer para placas de Conservantes: Concentração total < 0,7%. PRECAUÇÕES:
ESQUEMA DE PIPETAGEM:
• Os reagentes são estáveis até a data de validade impressa no rótulo, quando CAVIDADE
armazenados entre 2 a 8 ºC, mesmo depois de abertos. Entretanto a contaminação está diretamente relacionada com o número de vezes que os reagentes são abertos e utilizados. O limite de 60 dias depois do primeiro uso é por razões de segurança. O manuseio cuidadoso dentro das Boas Práticas de Laboratório oferece a oportunidade de utilização dos reagentes após os 60 dias. Os critérios de validação deverão sempre ser encontrados. Congelamento deve ser evitado. Incubar 60 minutos entre 20-25ºC
• Todas as amostras e calibradores do kit devem ser manuseados como capazes de Lavar 3 vezes como descrito abaixo em Procedimento de Lavagem
transmitir infecção. Recomenda-se seguir as normas de biossegurança. Os calibradores foram verificados para HCV, anticorpos HIV 1 e 2 e HBsAg, e encontraram-se negativos. • Todo o material contaminado com amostra de paciente e calibradores deve ser inativado por autoclavação (60 min a 121 ºC) ou por imersão em solução de Incubar 15 minutos entre 20-25ºC (ver p8)
hipoclorito de sódio a 10% por no mínimo 60 min. • A Solução Stop (STOP) contém ácido sulfúrico, manuseá-la com cuidado porque Homogeneizar cuidadosamente. Medir a absorbância em 450 nm o mais rápido pode irritar os olhos e a pele. Em contato com os olhos enxaguar abundantemente e possível ou no máximo dentro de 30 minutos após o término da reação. Utilizar como comprimento de onda de referência 630-690 nm (se disponível). • Para descarte seguro dos reagentes e materiais biológicos, sugerimos utilizar as regulamentações normativas locais, estaduais ou federais para a preservação PROCEDIMENTO DE LAVAGEM:
O Procedimento de lavagem é crítico. Lavagem insuficiente resulta em pouca
precisão ou absorbâncias falsamente elevadas. ESTABILIDADE:
L1: Aspirar o conteúdo das cavidades, adicionar a Solução de Lavagem, aspirar
Os reagentes são estáveis até a data de validade impressa no rótulo, quando novamente o conteúdo das cavidades após 30 segundos de tempo de espera. armazenados a 2 - 8 ºC. Congelamento deve ser evitado. Depois de abertos os L2: No caso de lavadoras automáticas, realizar um prime com a solução de lavagem
Repetibilidade:
e lavar as tiras 3 vezes. Verificar se a lavadora encheu todas as cavidades completamente e aspirar após 30 segundos eficientemente (líquido remanescente L3: Após a lavagem, remover o líquido remanescente batendo a placa invertida em
Reprodutibilidade:
VALIDAÇÃO DO TESTE:
Os resultados do teste são válidos sempre que os seguintes critérios são Faixa aceitável (D.O)
COMPARAÇÃO DOS MÉTODOS - EXATIDÃO:
Estradiol ELISA foi comparado com um método RIA concorrente. 91 amostras foram testadas por um laboratório externo utilizando o teste concorrente. As mesmas amostras foram determinadas pelo kit Estradiol ELISA. Os dados individuais foram avaliados por análise de regressão não paramétrica de acordo com Passing & Bablok. A avaliação Passing&Bablock levou aos seguintes resultados: As diferenças entre as duplicatas de CAL não devem exceder 10%. APRESENTAÇÃO DO KIT:
CÁLCULO:
Nº Teste
Plotar as absorbâncias medidas contra as concentrações de CAL em um gráfico linear. A interpolação apropriada dos pontos de medição plotados resulta em uma curva de calibração, onde a concentração do analito de cada amostra pode ser DEPARTAMENTO DE SERVIÇOS ASSOCIADOS
Para esclarecimentos de dúvidas do consumidor quanto ao produto: Para o cálculo das concentrações de analitos, selecionar a opção de curva apropriada e validada (por exemplo, ponto a ponto). N.º DO LOTE, DATA DE FABRICAÇÃO, DATA DE VALIDADE VIDE RÓTULO DO As amostras com concentrações de estradiol acima dos 2000 pg/mL devem ser diluídas (1+9) com CAL A (0 pg/mL) e dosadas novamente. Multiplique o resultado BIBLIOGRAFIA:
1.Gore-Langton, R.E. and Armstrong, D.T., In: The physiology of reproduction. O papel gráfico para construção da curva e o Guia de Problemas e Soluções da
(Knoll, E. et al ed.) Raven Press, 331-385 (1998) Linha ELISA Human encontram-se disponíveis na internet, em Publicações:
2. Hall, P.F., Testicular steroid synthesis: Organization and regulation, In: see 1., pp 3. Siiter, P.K. et al, Rec. Prog. Horm. Res. 38, 457-510 (1982). INTERPRETAÇÃO DOS RESULTADOS:
4. McNastly, K.P. et al, J. Endocrinol, 71, 77-85 (1976) A determinação sérica de estradiol é indicada para uma variedade de disfunções 5. Simpson, E.R. and MacDonald, P.C., In: Textbook of endocrinology (Williams, R.H. menstruais como puberdade precoce ou tardia de meninas, amenorréia primária e ed) Phiçadelphia: Sauders, 412-422 (1981) secundária e menopausa. Níveis reduzidos de estradiol podem ser detectados para 6. Jenner, M.R. et al, J. Clin. Endocrinol. 34, 521 (1982) insuficiência de ovários (< 10 pg/mL) ou corpo lúteo, mas também para ciclos 7. Goldtein, D. et al, Fertil. Stetil. 37, 348-354 (1982) 8. Taubert, H.D. and Dericks-Tan, J.S.E., In: Ovulation in the Human (Crosignandi, Dosagens séricas de Estradiol são importantes para a monitoração de ovulação P.G. and Mishell, D.R. eds) Academic Press, New York, 265-273 (1976) induzida, ex. com hormônio liberador de LH (LH-RH). Para fertilização in vitro a 9. Wrambsy, H et al, Human Reprodution 2, 325-328 (1987) concentração sérica de Estradiol é normalmente monitorada diariamente para a 10. MacDonald, P.C. et al, J. Clin. Endicrinol. Metabol. 49, 905 \91979) escolha do momento ótimo da administração de HCG e coleta do óvulo. 11. Peckham, M.J. and McElwain, T.J., Clin. Endocrinol. Metab. 4, 665- 692 (1975) Níveis elevados de Estradiol foram detectados em pacientes com síndrome feminilizante, ginecomastia e tumor testicular. Produzido por Human GmbH Max-Planck-Ring 21, D 65205, Wiesbaden,
A determinação isolada de Estradiol não é suficiente para diagnosticar condições Alemanha e Distribuído por In Vitro Diagnóstica Ltda
patológicas. Deve ser usado em conjunto com outras manifestações clínicas e Rua Cromita, 278, Distrito Industrial – Itabira/MG. CEP: 35903-053 Telefone: 31-3067-6400 – Fax: 31-3067-6401 VALORES DE REFERÊNCIA:
Resp. Téc.: Patrícia C. C. Vilela – CRF 4463 SIGNIFICADO DOS SÍMBOLOS UTILIZADOS NOS RÓTULOS DO PRODUTO
O conteúdo é suficiente para <n> testes Fator de Conversão: 1pg/mL = 3,67 pmol/L Cada laboratório deve estabelecer seus próprios valores de referência utilizando instrumentos, métodos de coleta e técnicas de dosagem comumente usadas no SENSIBILIDADE E ESPECIFICIDADE:
A sensibilidade analítica foi determinada para aproximadamente 3 –6 pg/mL de Especificidade:
Reações cruzadas foram testadas pela adição de substâncias selecionadas a uma matriz de soro com concentração conhecida de Estradiol. Os resultados obtidos
INTERFERÊNCIAS:
As substâncias endógenas mais críticas como a bilirrubina, hemoglobina e
triglicérides foram testadas para verificação de interferência neste ensaio. Foram
adicionadas a amostras de pacientes com concentração de estradiol conhecida. A
tabela abaixa mostra até qual concentração não ocorre interferência:
IMPRECISÃO:

A imprecisão dentro de uma bateria de testes e entre baterias de testes foi verificada pelo emprego de um soro controle contendo valores baixo, médio e alto para Estradiol. Para estudos dentro de uma bateria 15 determinações foram realizadas e estatisticamente interpretadas. Para imprecisões entre baterias dados de 6 determinações foram avaliados. Os resultados estão resumidos abaixo.

Source: http://www.invitro.com.br/site_arquivos/pdf/estradiol.pdf

liceoagnesi.gov.it

Accommodation Voucher for 130266 – Group Sandy Bay 01.09. –10.09.2013 Host Family Laura lives with her partner Jonathan and their son Riley (05). They are a kind and caring host family Beckett, Laura who enjoys hosting international students. The house is modern and comfortable, with a big kitchen where the family spends most of their time. Laura lives within a 25 minut

Microsoft word - new amended ophthalmic_contract_visit_form_v8_0_2011.doc

Ophthalmic Contract Visit Form To be completed by the PCT (References in brackets in bold italics are references to clauses of the model mandatory or additional services as appropriate) Voluntary information is highlighted with grey background shading Section A – All Contracts 1. Practice Details 1.1 Practice Name (66.3) 1.2 Contractor Name (If different)

Copyright © 2010-2014 Articles Finder